The Drew Family's Blog

Just another WordPress.com weblog

Meu cabelo está caindo / My hair is falling janeiro 20, 2009

Filed under: Debate,Família/Family — thedrewfamily @ 6:22 pm
Tags: ,

Esse título pode parecer estar com um tom desesperador, mas na verdade estou feliz. Aqueles que me conhecem sabem da minha situação depois de duas gravidez. Meu cabelo aumentou com a primeira gravidez mas não cheguei a perder quase nada depois que tive a Natalie. Agora, com a segunda gravidez, eu cheguei a ficar preocupada. Acho que a quantidade de cabelo que tenho é tanta que se eu arrancar metade dá para fazer uma bela peruca e ainda me sobra uma cabeça cheia! Chega um ponto que fica difícil de gerenciar a cabeleira. Se eu for fazer escova, então… depois mal consigo usar o braço. Agora finalmente estou mais tranquila pois meu cabelo está caindo. Não de uma maneira exagerada, mas�com certeza mais que o comum. Acho que a quantidade de cabelo deve voltar ao normal de antes da primeira gravidez. Oba!

This title may seem to have a despare tone to it, but the truth is that I’m quite happy. Those that know me are aware of my situation after two pregnancies. My hair grew in quantity with the first pregnancy but I didn’t get to loose any hair after I had Natalie. Now, with the second pregnancy, I was actually worried. I can say I have so much hair that if I take half out I can make a great wig and still keep a full head of hair! There’s a point where it gets dificult to manage all this hair. If I try to blow dry it straight… I can barely move my arm afterwards. Now, finally, I’m more calm because my hair is falling. Not in an exagerated way but surely more than the standard. I guess the quantity of hair will go back to what it was before the first pregnancy. Hurray!

Anúncios
 

Voltei ao trabalho / I’m back to work

Filed under: Família/Family — thedrewfamily @ 6:08 pm
Tags: ,
Como se a vida sem empregada com duas crianças não fosse o suficiente, eu voltei ao trabalho. Bem, é só meio expediente e me faz sentir útil de alguma forma. (Não vamos analizar o quão disfuncional eu sou por não me sentir útil sendo mãe e cuidadando de casa. Acho que quando agente está acostumada a trabalhar fora, é difícil mudar a mente totalmente.) O bom do meu trabalho (agente imobiliário) é que posso fazer muitas das coisas diretamente de casa, no computador. Também não me prendo o dia todo e nem todos os dias da semana. Consigo curtir as crianças. O divertido mesmo é que quando tenho que trabalhar no final do dia ou no fim de semana, o Chris fica com as crianças. Isso sempre é interessante pois nunca sei o que vou encontrar quando chegar em casa. Até que, fora uma cozinha bem bagunçada, todos estão alimentados e de banho tomado (Nati, neste caso) e prontos para cama. Assim sendo, continuarei trabalhando. Só falta entrar alguma grana, né! Também não trabalho só por prazer. O prazer também vem com a recompensa.
 
 As if life with two kids without a maid/nanny isn’t enough, I’m back at work. Actually, it’s only part time and makes me feel useful in a certain way. (Let’s not analise how disfunctional I am for not feeling useful being a full time mom and housewife. I guess when we’re used to working, it’s hard to change the mind frame completely.) The good side of my job (Realtor) is that I can do lots of things directly from home, at my computer. Also, I’m not busy the whole nor the whole week. I get to enjoy the kids.The amusing part is that when I work in the evenings or weekends, Chris takes care of the kids. This is always interesting because I never know what I’ll come home to. So far, besides a very messy kitchen, everybody is fed, bathed (Nati, in this case) and ready for bed. Thus, I’ll keep working on my part time job. All I need now is the money. After all, I don’t work only for pleasure. Pleasure also comes from getting payed. 
 

Happy New Year, Goodbye help

Filed under: Família/Family — thedrewfamily @ 5:45 pm
Tags: ,
I must confess: Thanksgiving, Christmas and New Years with Natalie’s birthday on Dec 24 and Christopher’s on January first is total MADNESS! 2008 was even crazier as we had a newborn baby around, my mother here to help out and several family members visiting us, with most of them staying at our place.  But
Finally my life is back to normal, well… almost.  I don’t know how it will be now that my help went back home.  I’m talking about my mom.  After 3 months with me, now it’s time for her to go back to Brazil.  3 months might not seem such a long time, but it’s actually too long.  Nicholas’s room has become her room, a part of the downstairs furniture was her space, now it seems the house is empty.
Even being easily irritated, critic and talking too much, my mom played with Natalie, cooked most meals, entertained Natalie, changed Nicholas’s diapers, got mad at Natalie, bathed Nicholas, distracted Natalie… It almost seems like the kids notice my sadness and are behaving themselves.  Let’s see how long this will last.

 

 

I’m still alive!!
 

Feliz Ano Novo, Adeus Ajuda janeiro 5, 2009

Filed under: Família/Family — thedrewfamily @ 7:34 pm
Tags: , ,

 

Tenho que confeçar: Dia de Ações de Graça, Natal e Reveillon com aniversário da Natalie no dia 24 de dezembro e do Chris no dia primeiro de janeiro é pura LOUCURA! 2008 foi mais louco ainda pois estávamos com um bebê novinho, com minha mãe aqui e tivemos várias visitas, a maioria se hospedando em nossa casa. Mas eu ainda estou viva!!
Finalmente minha vida voltou ao normal, bem… quase. Não sei como vai ser agora que minha ajudante voltou para casa dela. Estou falando da minha mãe. Depois de 3 meses na minha casa, chegou a hora dela retornar para o Brasil. Pode parecer que 3 meses não é muito tempo, mas na verdade é tempo demais. O quarto do Nicholas se tornou quarto dela, o banheiro era da Nati e dela, uma parte do móvel da sala era dela,e agora parece que a casa ficou vazia.
Mesmo sendo nervosa, crítica e falar demais, a minha mãe brincava com a Natalie, cuidava da maioria das refeições, entretia a Natalie, trocava o Nicholas, se irritava com a Natalie, dava banho no Nicholas, distraía a Natalie… Parece que as crianças perceberam minha tristeza e estão se comportando. Vamos ver quanto tempo essa maré mansa vai durar.