The Drew Family's Blog

Just another WordPress.com weblog

Quanto que você fala no celular?/How much do you talk on your cell? abril 30, 2010

Filed under: Debate — thedrewfamily @ 1:56 am
Tags: ,

Estou passada!!  Quantos minutos você fala no celular? Tive que trocar meu plano de celular hoje pois passei dos meus 55o minutos básicos e 402 minutos de rollover (são mimutos que não usei nos meses passados que acumularam).  Isso porque falando de AT&T para AT&T é supostamente grátis.  Daí fui checar o quanto falei total: básico + rollover + grátis = 1900 minutos!  Fala sério!!! E ainda faltam 5 dias até meu mês acabar.  Tô passando mal…

I’m in complete shock!!  How many minutes do you talk on your cell phone?  I had to change my cell phone plan today because I went over my basic 550 minutes and the 402 rollover minutes I had.  Keep in mind that talking to another AT&T cell phone is free.  So I looked up how many minutes I used total: basic + rollover + free AT&T to AT&T = 1900 minutes!  Get out of here!!!  And I still have 5 days until my phone cicle ends.  I’m feeling sick…

Anúncios
 

O Hotel em Orlando/ The hotel in Orlando abril 19, 2010

Filed under: Diversão/Fun — thedrewfamily @ 2:42 am
Tags: ,

Parece que a irmã do Chris ficou no mesmo hotel uma semana antes.  Ela deu a dica de ficar em um dos quartos que foram recentemente reformados.  Bem, primeiro o prato do microondas não rodava.  Aí a torneira da pia do banheiro das crianças saiu na nossa mão.  Depois fui descobrir que o ralo da banheira da suite não fechava.  Enquanto eu tentava dar banho no Nicholas com um pé tampando o ralo, percebi que havia um buraco na banheira que estava destampado.  Uns dias depois foi o espelho de puxar da suite que quase veio inteiro na minha mão. Não podemos esquecer que era impossível das crianças abrirem a primeira gavata da cômoda pois ela estava emperrada. E se isso não fosse o suficiente, eles não davam nenhum shampoo, condicionador, loção ou desenfetante para limpar a cozinha.  Ah, tem mais!  Um dia chegamos no quarto e encontramos um chiclete mastigado em cima do fogão!

Quando chamamos a manutenção para consertar isso e aquilo, o chefe da manutenção veio falar conosco que isso não é comum.  Então tá, se nos colocaram em um quarto com tantos problemas, o mínimo que deveriam ter feito para se desculpar é dado um drinque complementar, um desconto para uma próxima estada, um passeio grátis… nada!! 

Assim sendo, aqui está a dica, o hotel Sheraton Vistana recebe somente 1 estrela.  Se forem a Disney, NÃO FIQUEM LÁ!!

 

Filhos, de quem são?/Sons, to whom do they belong? abril 18, 2010

Filed under: Thoughts/Pensamentos — thedrewfamily @ 3:22 am
Tags:

Palavras de uma jornalista depois do acidente em Angra
Filhos são do mundo! Devemos criar os filhos para o mundo.
Torná-los autônomos, libertos até de nossas ordens. A partir de certa idade, só valem conselhos.
Especialistas ensinaram-nos a acreditar que só esta postura torna adulto aquele bebê que um dia levamos na barriga.
E a maioria de nós pais acredita e tenta fazer isso.
O que não nos impede de sofrer quando fazem escolhas diferentes daquelas que gostaríamos ou quando eles próprios sofrem pelas escolhas que recomendamos.
Então, filho é um ser que nos emprestaram para um curso intensivo de como amar alguém além de nós mesmos, de como mudar nossos piores defeitos para
darmos os melhores exemplos e de aprendermos a ter coragem.
Ser pai ou mãe é o maior ato de coragem que alguém pode ter, porque é se expor a todo tipo de dor, principalmente da incerteza de estar
agindo corretamente e do medo de perder algo tão amado.
Perder? Como? Não é nosso, recordam-se? Foi apenas um empréstimo!
Então, de quem são nossos filhos? Eu acredito que são de Deus, mas com respeito aos ateus digamos que são deles próprios, donos
de suas vidas, porém, um tempo precisaram ser dependentes dos pais para crescerem, biológica, sociológica, psicológica e emocionalmente.
E o meu sentimento, a minha dedicação, o meu investimento?
Não deveriam retornar em sorrisos, orgulho, netos e amparo na velhice?
Pensar assim é entender os filhos como nossos e eles (não se esqueçam), são do mundo!
Três dias na cobertura da tragédia na pousada Sankay, olhos grudados em fotos, tevê e Internet, vozes chorosas de mães e tios ao telefone me
fizeram pensar nessa dor gigantesca que deve ser para um ser humano devolver o que mais amou nessa vida, mas nunca foi seu!
E, principalmente, me fez entender que mais do que corajosos, nós, pais, somos loucos por correr o risco de amar tanto sem garantias.
Volto para casa ao fim do plantão, início de férias, mais tempo para os fllhos, olho meus pequenos e penso como seria bom se não fossem apenas empréstimo!
Mas é. Eles são do mundo.
O problema é que meu coração já é deles.
(Valeu por me enviar esse texto Kellen)

Muita paz para todos.

 

Viagem a Disney / Disney Trip abril 15, 2010

Filed under: Diversão/Fun,Notícias/News — thedrewfamily @ 1:38 am
Tags: ,

Antes de adicionar esse post quero fazer uma observação que quando escrevi esse post e os dois últimos era final de Março.

Estamos aqui em Orlando, na Florida, supostamente curtindo uma semana na Disney World.  Digo supostamente porque nem tudo parece férias.  As vezes parece que férias nos fazem retornar mais cansados do que quando começamos.  Até que não está sendo tão cansativo qto se imaginava com 4 crianças e sem babá.  Mas de tudo já aconteceu, o nosso quarto de hotel parece estar caindo aos pedaços, a babá nos deixou na mão por causa do marido que arrumou briga com o seguança do hotel, a Natalie foi parar no hospital pois cortou a cabeça, o Nicholas teve que sair no meio de um show pois caiu e machucou a orelha, e estamos comprando máquinas fotográficas descartáveis pois esquecemos a nossa em casa.
A Natalie foi parar no hospital pois caiu entre a mesa e a cadeira quando estava tentando ajudar com a arrumação depois do jantar.  O corte não foi tão grande nem muito feio, mas como foi na cabeça achei melhor vermos um médico.  Como não teve desmaio ou vômito, estava tudo bem.  Ela foi “grampeada” na cebeça, o que demorou mais de uma hora não sei porque.  O processo em si foi um maço de algodão com um remédio gelado para anestesiar o local, e o grampo em si que demorou menos de 1 minuto. Não precisou raspar a área nem colocar atadura.  No dia seguinte ela estava brincando e correndo como se o acontecimento da noite anterior não passasse de um sonho.
Fora isso tudo, estamos nos divertindo.   Fomos a quase todos os parques, tiramos fotos com vários personagens.  As crianças estão e divertindo de montão.  O Tucker e a Piper estão trocando “broches” da Disney.  Tudo começou quando um cara deu para eles uns broches que ele não queria explicou que eles poderiam trocar com certos funcionários por um outro broche que esses quisessem.  A Natalie tem o livro de autógrafos e estamos tirando fotos com princesas, ratos, extra-terrestres, e outros bichos.  O Nick não sabe bem o que está acontecendo mas se tem um tchu-tchu (trem) para ele andar ele está feliz.  Eu e o Chris já matamos umas 3 garrafas de vinho e umas 6 latinhas de cerveja, estamos super treinados a colocar jantar para 6 na mesa e ainda estamos conseguindo nos divertir.  Ah, férias!!

We are here in Orlando, Florida, supposedly enjoying a week at Disney World. I say supposedly because not everything seems like vacation to us.  Sometimes I think we return home more tired than when we left.  Well, it could be worse given that we have 4 kids and no babysitter.  Just about everything happened.  Our room at the hotel seems to be falling apart, the babysitter left us stranded because her husband got into a fight with a hotel security, Natalie went to the emergency room when she hurt her head, Nicholas had to leave a Disney show in the middle after he fell down and hurt his ear, and we are taking pictures with disposable cameras because we forgot ours at home.
Natalie went to the hospital because she fell between the table and the chair when she was helping clean up after dinner.  The cut wasn’t too big nor ugly, because it was on the head I decided to have looked at. Because she wasn’t unconscious and/or vomiting, everything was fine.  She was “stapled,” which actually took over an hour for no reason.  They didn’t shave the area and she didn’t need a bandage. Next day Natalie was playing and running as if all that happened the night before was nothing more than a dream.
In spite of all that, we are having fun.  We have been to almost all Disney parks, took pictures with a bunch of characters.  The kids are having a blast.  Tucker and Piper are exchanging Disney pins.  That craze started when a nice man give them the pins he didn’t want and continued to explain how to collect and trade pins with other people or Disney employees.  Natalie got an autograph book and we are all taking pictures with princesses, mice, aliens and other animals.  Nick is not really sure what’s going on but if there is a choo-choo for him to ride in, he is happy.  Chris and I already had 3 bottles of wine and about 6 cans of beer, we are very efficient in preparing and feeding 6 at the dinner table and we’re also managing to have a good time.  Ah, nothing like a vacation!!

 

Nossa casa / Our home abril 3, 2010

Filed under: Família/Family — thedrewfamily @ 3:23 am
Tags:

Para aqueles que perguntam como está a obra da casa e se já acabou, sim acabou. A casa está linda, mas suja e bagunçada.  Passei a primeira semana limpando tudo!  A Patti me deu uma super ajuda enquanto eu ainda estava no Rio. Ela veio com a faxineira dar um jeito na bagunça para eu poder chegar com a família e ter uma cozinha funcional e camas para dormir.  Daí ela veio na primeira semana me ajudar com a limpeza chata.  Limpamos portas e batente de portas, peças de cristal, porta retratos e cestas de cozinha. 
Aos poucos a casa está voltando ao normal.  Os móveis da suite chegaram e já encomendamos percianas para vários cômodos.  Acho que em Abril tudo entra nos eixos, ou quase tudo. Vou colocar algumas fotos aqui.  Algum dia.  *risos*

For those who ask if the construction is over, yes, it’s done.  The house is beautiful, but dirty and messy.  I spent the first week back cleaning everything!  Patti helped me while I was still in Rio.  She came with Kay, my cleaning lady, to clean up a little so I could arrive with the family and have a functional kitchen and beds to sleep in.  Then Patti came over one day during my first week back and helped me with the heavy cleaning.  We cleaned doors and door frames, crystals, picture frames and kitchen stuff.
Little by little it’s getting back to normal.  The furniture for the new masters has arrived and we’ve ordered window treatments for several of the rooms.  I believe that by April everything will be in the right place, or almost everything.  I’ll post a few pictures here.  Some day.  *wink*

 

Viagem ao Brasil/Trip to Brazil

Filed under: Diversão/Fun,Família/Family,Notícias/News — thedrewfamily @ 3:16 am
Tags: ,

Já fui ao Brasil e já voltei.  A viagem foi boa, depois de superar uns obstáculos no caminho.  Acho que eu andava tão cansada com tudo que estava acontecendo em casa (trabalho, obra, festas de fim de ano, aniversários da Natalie e do Chris) que quando cheguei no Rio fiquei doente. Até dor nas costas eu tive. O Nick também ficou doente mas acho que isso foi por causa da mudança de temperatura. 
O fiasco da viagem foi a tal babá que o Chris insistiu que eu levasse dos EUA.  Além de bem lerdinha e quase inútil, com uma semana de Brasil ela resolveu que estava exausta.  Isso porque já tinha tido um dia de folga, eu preparava e dava comida para o Nicholas, eu dava banho (mesmo com dor nas costas) nos dois e colocava ao menos uma criança na cama.  No final do dia eu ia para a cama dormir enquanto ela tomava banho, ligava o ar da sala e ficava lendo livro até quasse meia-noite.  Ou então ficava no laptop dela lendo notícia, lendo emails e conversando com família e amigos dos EUA.  Uma vez decidio que ela iria embora assim que eu voltasse da minha viagem para São Paulo, acho que ela percebeu que não teria como conhecer mais o Rio.  Então, um dia, sem me ligar ou me mandar mensagem, sem pedir autorização a minha mãe, avó das crianças, ou se quer comunicar a alguém, ela simplesmente foi ao Corcovado com meus filhos.  Lembrem-se que ela estava em uma cidade que ela não conhece,  aonde ela não fala a língua e com duas crianças que não parecem brasileiras.  A sorte dela foi que eu não estava no Rio (acho que eu ía ter expancado ela!), mas o Chris ouviu tudo e mais um pouco.
Além disso o Nick foi mordido no rosto, o ar condicionado do quarto quebrou e até o zoológico não abriu na hora certa.  Mas minha onda de azar finalmente passou e curtimos as 2 semanas restantes.  Conseguimos alugar um flat de 1 quarto no Sheraton no Barra, de frente a praia.  Foi ótimo!  Praia, piscina, sol, cerveja, passeios, sair com mommy, sis e tioEd, parquinho para as crianças, restaurantes legais, churrascaria com pappy, trio elétrico na rua, feijoada, visitar primos, churrasco…  Que delícia!

I went to Brazil and came back.  The trip was good, after a few initial bumps. I think I was so tired with all that was going on at home (work, construction, holiday season, Natalie and Chris’s birthdays) that when I got to Rio I got sick.  I even had back pains.  Nick got sick first, but I blame that on the drastic change of temperature.
The worse of the trip was the babysitter Chris insisted I took with me from the US. Besides being kind of slow and almost useless, with a week of Brazil she decided she was exhausted.  This because she’d already had a day off, I was always the one to prepare Nick’s plate, I bathed them and put at least one to bed.  At the end of the day I went to bed to sleep while she turned on the AC in the living room and read her book till almost midnight.  Or she was on her laptop reading the news, emails, talking to friends and family in the US.  
 I went to Brazil and came back.  The trip was good, after a few initial bumps. I think I was so tired with all that was going on at home (work, construction, holiday season, Natalie and Chris’s birthdays) that when I got to Rio I got sick.  I even had back pains.  Nick got sick first, but I blame that on the drastic change of temperature.
The worse of the trip was the babysitter Chris insisted I took with me from the US. Besides being kind of slow and almost useless, with a week of Brazil she decided she was exhausted.  This because she’d already had a day off, I was always the one to prepare Nick’s plate, I bathed them and put at least one to bed.  At the end of the day I went to bed to sleep while she turned on the AC in the living room and read her book till almost midnight.  Or she was on her laptop reading the news, emails, talking to friends and family in the US.